Festival de Curtas

Os alunos da 1ª série do Ensino Médio criaram curtas metragens (de 3 a 5 minutos no formato de documentário, narrativa ou cena) abordando as seguintes temáticas discutidas em sala de aula: Masculinidade tóxica, depressão e ansiedade, relacionamentos abusivos, Psicofobia e suicídio com o objetivo de desenvolverem habilidades interpessoais (empatia, planejamento, organização, iniciativa, pro-atividade) e profissionais (artísticas, técnicas, sociais e comunicativa) e conscientizarem a comunidade sobre os temas. Atrelado a isso, a professora Enezita, convidou os alunos do 9º ano para cobrirem o evento (bastidores, entrevistas, divulgação nas redes sociais), pois estavam falando sobre carreiras jornalísticas e responsabilidade do uso das mídias sociais.

Ao todo, participaram de alguma forma do projeto na 1ª série, cerca de 200 alunos e no 9º ano, 50. 32 curtas foram produzidos, dentre os quais 6 foram indicados para alguma premiação (direção, edição, melhor atuação masculina e feminina, roteiro e direção de arte). As visualizações no Youtube chegaram a mais de mil e cem para o projeto campeão da votação popular, fora os outros que alcançaram resultados similares, em especial o grande vencedor da noite: “Os melhores do amanhã”, também com mais de mil visualizações. A logomarca do evento também foi criada por uma aluna da 1ª série.

A diretora da escola afirma que “Para o Educallis esse projeto de curtas metragens, com temas tão necessários para a nossa saúde emocional, vem ao encontro dos nossos propósitos de desenvolver diversas potencialidades pautados no afeto e emoção! Contemplamos o desenvolvimento de várias habilidades, tais como: iniciativa, empatia, organização, respeito às diferenças, além das habilidades artísticas. Os nossos estudantes demonstraram altas habilidades que em muitos momentos o espaço formal da sala de aula não permitiria”.

Parabéns equipe do Colégio Educallis por esse projeto tão inspirador e transformador!

Sustentabilidade social

Por definição, sustentabilidade social é um conjunto de ações que tem como propósito aumentar a qualidade de vida da população como um todo, visando reduzir as desigualdades sociais e ampliar o acesso aos direitos e serviços básicos, como educação e saúde, por exemplo. O ponto a ser observado é que não existe sociedade igualitária ou justa sem a participação do mercado e das empresas, principalmente das instituições educacionais, que carregam em seu propósito a missão de ensinar com visão no futuro.

É bom ressaltar que ações socialmente sustentáveis não são importantes apenas para as pessoas de baixa renda, uma vez que, assim que colocadas em prática, acabam por favorecer a vida de toda a população, indiscriminadamente.

Quer saber que tipo de ações poderosas são essas? De acordo com a definição de desenvolvimento sustentável, cada cidadão, enquanto consumidor, membro de uma empresa ou do governo, precisa repensar seu comportamento, passando a adotar práticas que fortaleçam a sustentabilidade de todos os processos — tanto sociais quanto políticos, econômicos e ambientais.
É por isso que nós da OPEE Educação trazemos ao nosso público toda reflexão em torno do desenvolvimento do tema “Sustentabilidade” como uma ação, uma postura irrigada de valores humanos que deve ser incentivada diariamente, trazendo inclusive, o vínculo com uma vida financeira saudável.

Todas as companhias, principalmente as de educação, devem ter a consciência de que, para praticar a sustentabilidade social, todos os envolvidos, assim como a comunidade que as cercam, devem gozar de uma vida com qualidade. Sem contar que todos os seus próprios processos e os das empresas com que negociam devem estar de acordo com essas boas práticas.

Para apostarmos em uma sociedade mais sustentável, não basta cobrar posições de empresas ou novas leis dos políticos, já que exatamente em hábitos aparentemente inofensivos é que moram algumas das mazelas mais difíceis de erradicar.

É importante reforçar que a sustentabilidade social, assim como a ambiental, depende de todos, cada um devendo fazer a sua parte e estimular os outros a fazerem o mesmo, já que a mobilização é um fator muito importante para a efetivação destas propostas. É nisso que acreditamos. É para isso que trabalhamos.

Sendo assim, não fique parado, mexa-se! É questionando padrões e cobrando mudanças que você ajudará na construção de uma sociedade verdadeiramente sustentável e justa!

Conheça as novidades da OPEE Educação para 2020!

Reformulação de todo o material da Metodologia OPEE – do 9º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio

Essa nova coleção amplia ainda mais as temáticas que perpassam o desenvolvimento de competências socioemocionais, tais como autoconhecimento, inteligência emocional, empatia, colaboração, cidadania, responsabilidade, respeito, visão ética e muitas outras.

A Metodologia OPEE reforça a importância de aulas que tenham como concepção de aluno um ser integral, ou seja, que precisa se preparar para os desafios da vida por meio de aspectos cognitivos, comportamentais e emocionais. E mais do que isso, propõe de maneira mais assertiva a participação das famílias nesse processo por meio de um projeto em cada uma das séries, compondo assim, laços mais fortalecidos para a concretização de projetos de vida.

 

 Confira o que mudou: 

  • Novo nome “Projeto de Vida e Atitude Empreendedora”;
  • Projeto gráfico moderno;
  • Completamente ajustada a BNCC;
  • Atitude empreendedora como grande diferencial;
  • Traz as profissões e competências do futuro;
  • Conteúdo modular, vitalizado, dinâmico, interativo e desafiador;
  • Projeto especial para cada ano;
  • Atividades para realizar junto a família – aproximação e integração;
  • QR Codes e Hyperlinks – enriquecer e continuar aprendendo – conexão entre o mundo digital e real;
  • Educação financeira com destaque especial à sustentabilidade;
  • Atividades em casa para despertar a autonomia – praticando a aula invertida.

Projeto de Vida em Família

Todas as famílias das escolas adotantes da Metodologia OPEE em 2020 receberão acesso a um curso online com o tema “Parceria Escola e Família – O amor é indelegável” contendo vídeos de Leo Fraiman. Mais um grande diferencial OPEE para que as famílias possam contar com o apoio de conhecimentos que os auxiliem e empoderem para trazer mais segurança, clareza e tranquilidade para delicada arte de educar.

Veja abaixo a sequência de temáticas que serão abordadas ao longo das sessões:

 

Plataforma de Educação a distância EDUCA OPEE

A Educa OPEE é a mais nova solução para famílias e educadores, que desejam se atualizar e acompanhar as mudanças e tendências do mundo moderno. A Educa OPEE conta com a experiência de quase 20 anos de educação socioemocional e todo o trabalho desenvolvido pela Metodologia OPEE. Além de autores renomados, para oferecer uma variedade de cursos focados no desenvolvimento e na formação humana.

Os conteúdos estão distribuídos entre:

Acesse: www.educaopee.com.br e vivencie esta nova forma de aprender e se desenvolver!

 

Por que escolher a OPEE Educação?

A missão da OPEE Educação é inspirar pessoas à uma atitude empreendedora e à construção de projetos de vida sadios, eficazes, éticos e felizes, para que se tornem protagonistas e agentes transformadores do futuro. Para isso, buscamos ser referência na formação de pessoas que pensem, sintam e ajam motivadas por valores claros e atitudes éticas, comprometidas com um mundo melhor, para si e para a humanidade.

A OPEE Educação:

  • Está há quase 20 anos no mercado educacional;
  • É pioneira na educação de competências socioemocionais;
  • Oferece uma coleção alinhada com as competências da BNCC. 

Nossos números confirmam e reforçam nosso compromisso em auxiliar as instituições de ensino a estimularem a construção de um projeto de vida saudável e feliz para as crianças e jovens:

1.000.000 de alunos impactados em todo Brasil;
mais de 1.000 instituições de ensino capacitadas;
80% de aprovação por parte dos alunos;
presente em 23 estados brasileiros e em mais de 300 cidades. 

Visite o site da OPEE Educação e acompanhe nossas redes sociais! 👇

Facebook: www.facebook.com/opeeeducacao/

Instagram: www.instagram.com/opee_educacao/

Youtube: www.youtube.com/metodologiaopee

A importância da formação de quem forma

Atualmente, um dos assuntos mais abordados nas instituições de ensino é a BNCC – Base Nacional Comum Curricular. Esse documento propõe, entre outras mudanças, uma adequação das competências trabalhadas nas escolas, valorizando a formação humana integral.

Para nós, da OPEE Educação, é motivo de satisfação identificar que essa novidade já faz parte do trabalho da Metodologia OPEE há quase 20 anos. Um ser humano que se forma de maneira integral e integrada consegue se adaptar com facilidade às mudanças cada vez mais constantes de nossa era. Estamos preparando crianças e jovens para um mundo que desconhecemos, por isso acreditamos que vale fazermos algumas reflexões:

Será que nossos professores estão prontos para lidar com todos esses novos desafios? O que é ser um bom professor no século XXI? Quais são as competências e habilidades necessárias para a docência? É fácil, para adultos professores lidarem com as próprias emoções? E propor soluções para conflitos?

Pensando nisso e considerando a falta de tempo de que nossos docentes dispõem para se atualizar e buscar novos caminhos, a OPEE Educação apresenta uma nova solução: a Educa OPEE – uma plataforma EAD, com cursos interativos, com o objetivo de disseminar conhecimento e experiência, acompanhando as mudanças e tendências do mundo moderno. O grande diferencial da Educa OPEE é contar com a experiência de duas décadas de educação socioemocional além de autores renomados, para oferecer uma variedade de cursos focados no desenvolvimento e na formação humana.

O curso EAD “10 Competências Socioemocionais”, ministrado pelo especialista Leo Fraiman, tem o objetivo de ajudar os professores a se aprofundarem no tema, criando possibilidades para formar alunos protagonistas e agentes transformadores do futuro. As habilidades abordadas nesse curso são indispensáveis para a formação humana e profissional: motivação; disciplina; empatia; resolução ética de conflitos; respeito; autogestão emocional; proatividade; autoestima; autonomia e resiliência.

Sabemos da importância da formação de quem forma. Professores do século XXI precisam aprender novas maneiras de ensinar porque os alunos de hoje também têm novas maneiras de aprender!

Acesse: www.educaopee.com.br

Autores: Opee Educação e Mercare Marketing Educacional

A Metodologia OPEE na ONU!

No último dia 6 de setembro de 2019 a Metodologia OPEE ganhou repercussão internacional e foi apresentada para 30 países no Symposium Internacional 2019 – Formando Lideranças para o Desenvolvimento Sustentável: compartilhando experiências, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra.

Leo Fraiman, autor da Metodologia, fez parte da mesa Propostas de Vanguarda na Educação de Hoje e apresentou a OPEE abordando  ainda como educadores, escola, alunos e família podem construir juntos projetos de vida eficazes, sustentáveis, éticos e felizes.

Foi com muito orgulho que Leo e sua equipe representaram o Brasil nesta empreitada, pioneiros que são na proposta de desenvolvimento das habilidades e competências socioemocionais nas escolas brasileiras.

 

Cinco diferenciais que seu filho desenvolve nas aulas de OPEE

1 – Conhece mais sobre si mesmo, ficando menos vulnerável às influências externas e modismos.

O autoconhecimento é o eterno conhecer a si mesmo, constante e mutável. Um exercício que exige dedicação, introspecção e paciência. É um processo que pode ser realizado individualmente ou com auxílio de outras pessoas: pares, amigos e até mesmo profissionais especializados.

 

2 – Faz escolhas mais assertivas diante das inúmeras possibilidades de hoje em dia.

Quando sei quem sou, quais são os meus talentos, habilidades e competências, onde quero estar, como e com quem quero me relacionar minhas chances de fazer melhores escolhas é infinitamente maior.

O primeiro eixo dos nossos livros é o autoconhecimento, ponto chave para o desenvolvimento destas e de outras percepções.

3 – Entende a importância de ser o melhor PARA o mundo e não DO mundo!

Não somos mais cidadãos de uma cidade, Estado, país ou continente. Somos cidadãos do mundo, do planeta Terra. Nossas ações estão interligadas e impactam tudo e todos. Acreditamos que é a liderança sobre nós que permite uma liderança nobre sobre o mundo e que só podemos ficar bem se todos à nossa volta estiverem bem.

 

4 – Entende que a vida tem valor.

Somos nós adultos a referência para crianças e jovens e devemos ser capazes de mostrar que a vida é boa, que o futuro tem oportunidades, que amar é melhor que brigar e que podemos transformar problemas em oportunidades de crescimento.

5 – Aprende a validar a si, o outro e o mundo!

O processo de autoestima é fator de proteção para crianças e jovens que quando se estimam se distanciam das drogas, de jogos de risco e da violência.

Validar o outro é praticar a empatia e a cooperação. É viver o bem estar social e ter consciência global.

Cinco razões para as Escolas adotarem a OPEE

A metodologia OPEE, pioneira no desenvolvimento de competências e habilidades socioemocionais, atua há quase 20 anos no segmento de educação com livros didáticos para alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio.

1 – Para inspirar alunos à construírem projetos de vida sadios, eficazes e felizes.

Projetos de Vida nos permitem fazer uma avaliação da vida como um todo, desenvolver e aperfeiçoar nossos talentos, encontrar um propósito.

Projetos realizados em nossas instituições de ensino comprovam os impactos sociais desse trabalho.

2- Oferecerem possibilidades de os alunos terem uma atitude empreendedora diante da vida.

Ter uma atitude empreendedora diante da vida e poder valorizar todas as coisas, estabelecer boas conexões, atuar na melhor versão de si, ter foco, aprender a validar a si e ao outro

3 – Formar alunos que respeitem as diferenças entre as culturas, as pessoas e suas escolhas.

No decorrer do curso abordamos a importância de se respeitar as diferenças e de como a diversidade possibilita o equilíbrio social e ambiental. Todos são dignos de valor e respeito.

4 – Para motivar discussões acerca de uma educação financeira pautada na Sustentabilidade.

Colocar em prática os conceitos de Educação Financeira não significa ter uma vida reprimida e desinteressante. O caminho que se propõe é o equilíbrio, a liberdade de escolha e o respeito a si, ao mundo sustentável.

– Dicas de economia

Feche a torneira enquanto escova os dentes.

Apague as luzes dos ambientes que não estão sendo usados.

Faça cursos online gratuitos.

Locomova-se de bicicleta ou a pé, quando possível.

Leve o almoço ou lanche de casa.

5 – Proporcionar o desenvolvimento de competências e habilidades socioemocionais, tais como motivação/ empatia/ autonomia/ resiliência/ disciplina/ tolerância/ autogestão.

A falta dessas competências coloca crianças e adolescentes em situação de risco físico, social e emocional, pois impede que ela se cuide, se relacione e lide bem com os próprios sentimentos e emoções. Todas estas habilidades podem ser aprendidas, pois como diz Daniel Goleman, o pai da Inteligência Emocional, “não há loteria genética que defina vitoriosos e fracassados no jogo da vida”.

 

Livro da Família

Você sabia que em 29 de outubro é comemorado o dia nacional do livro? Para comemorar, escolhemos um dos projetos inscritos no 1º Prêmio Ações Transformadoras OPEE, que usou o livro como tema e nos inspirou: o projeto “Livro da Família” do Colégio Pueri Pax de São Paulo.

Com esse projeto, o Colégio conseguiu envolver os alunos e, também, toda sua família em um resgate de suas raízes, revivendo situações passadas. Os registros são desde o nascimento da criança até tempos atuais. Foi um presente muito especial para quem construiu e para quem ganhou. Segundo a equipe do colégio: “Pudemos perceber o quanto os alunos se alegraram ao receber seu livro, contando a sua história. Sentiram o carinho de cada familiar através de fotos e recados que os familiares deixaram”.

Um dos alunos nos emocionou com seu depoimento: “Vou chegar em casa e vou agradecer a minha mãe, que é mãe e pai, por tudo que ela fez e faz por mim. Sou grato ao uniforme que ela pode comprar, ao material que ela pode comprar e ao lanche que ela pode pagar. Eu nunca disse isso a ela, mas hoje vou falar como tenho orgulho de ser seu filho”. A instituição recebeu muitos depoimentos de pais, que disseram que se emocionaram durante a construção do livro e que se esforçaram para passar mais tempo em família durante o ano.

Parabéns equipe do Colégio Pueri Pax por compartilhar essa ação transformadora!

    

O Repertório Multifocal do Educador

Quando pensamos em repertório, geralmente estabelecemos uma relação com o ato de representar! Fazemos uma interface com o(a) artista devido à sua versatilidade, capacidade multifocal de atuação e reelaboração de pensamento.

Todos exercemos diversos papéis sociais e profissionais e, em tempos líquidos, a necessidade de rápida adaptação é fundamental, daí o diferencial do repertório quanto a temas, assuntos e tendências, inclusive na sala de aula, onde constantemente nos deparamos com situações inesperadas e que exigem que coloquemos em prática a habilidade de tirar “cartas das mangas” e improvisar.

É importante não confundirmos a capacidade de improviso, característica fundamental para educadores, com a “gambiarra”. Afinal, improviso não é ausência de repertório ou planejamento, muito pelo contrário! O ator ou atriz só é capaz de fazê-lo quando tem competências muito bem desenvolvidas. O mesmo se dá com o professor!

No livro Empresas Exponenciais, o autor nos faz um alerta: “cuidado com o especialista”, e o classifica como alguém que explica o porquê algo não deve ser feito, mas não é o agente propositivo. O repertório diverso nos permite dar soluções inovadoras e livres de vícios ou situações limitantes.

No livro Mindset, a autora argumenta de forma parecida ao fazer paralelos entre mentes que se condicionam a modelos fixos e mentes que se permitem explorar o diverso, a expansão e o crescimento.

A BNCC é muito feliz quando normatiza a aplicação das 10 competências gerais de forma transversal e traz à tona a necessidade da prática para que de fato se exercite o repertório de toda a comunidade escolar, pois obriga que todos saiam de suas zonas de conforto e se motive a experenciar, fazendo da educação um laboratório, uma oficina de talentos, que não mais compreende o mundo e o conhecimento em caixinhas fixas e seguras.

Na sociedade 5.0, da qual não somente as máquinas mas a inteligência artificial concorrerão com o ser humano, os postos de trabalhos que existirão serão os que dependem das competências socioemocionais: sensibilidade, empatia, cooperação e demais valores humanos. Nestes tempos, a única certeza que temos é a mudança constante, nos mostrando que a capacidade de improvisar e se reinventar são peças fundamentais para a formação dos educadores do novo século.

A psicologia positiva também nos orienta neste sentido, reafirmando a importância de saber reagir ao inusitado e ao adverso com resiliência!

A Metodologia OPEE possibilita o desenvolvimento integral do indivíduo e o cuidado com o seu Projeto de Vida, fornecendo grande repertório sobre as profissões, tendências, novas tecnologias, inovações e como sermos agentes ativos, empregáveis e dotados de atitudes empreendedoras.

Entendemos portanto que o repertório não está nas respostas, mas nas perguntas que fazemos e nos processos de elaboração das mesmas. Isso nos conduz a muitas reflexões!

-Diante deste novo mundo, novo mercado de trabalho, de tantas evidências e pensamentos, vamos mesmo manter nossa sala de aula aos moldes do século XIX?

– Atualmente nossa mente atua ou mente?

– Nosso repertório nos auxilia a aproximar o discurso da prática?

-Temos abertura para o exercício da escuta ativa em nossas aulas ou seguimos o conteúdo como uma locomotiva?

– Conseguimos exercer o papel de mediador com excelência e compreender que o palco do desenvolvimento é de ambos:  aluno e professor?

– Entendemos que o aluno possui modalidades de aprendizagem que vão além do auditivo e do visual?

– Nos apropriamos de diferentes espaços para as aulas?

– Compreendemos que nem todas as nossas expectativas de aulas serão 100% supridas? Sabemos lidar com as frustrações?

– Mudamos de estratégia quando sentimos que a aula não fluiu de acordo com o esperado?

– Cuidamos bem do nosso Projeto de Vida para cuidar dos Projetos de Vida de outras pessoas?

– Compreendemos que o espaço de desenvolvimento humano não é o lugar de imposição ou verdades absolutas, mas de compreensão 3D de mundo e suas realidades plurais?

– Entendemos que uma mente que se abre para novas ideias não mais regride ao tamanho inicial?

Convido-os à fazerem outras provocações!

Referências:

As 21 Lições para o Século 21, por Yuval Noah Harari

Empresas Exponenciais, por Salim Ismail, Yuri Van Gees, Michael S. Malone

Mind Set, por Carol Dweck

Sociedade 5.0: O que é, Objetivos e Como Funciona <https://fia.com.br/blog/sociedade-5-0/

Trilhando os caminhos do SER

Hoje vamos conhecer o projeto de ação transformadora de uma das escolas finalistas do 1º Prêmio Ações Transformadoras OPEE: O projeto “Trilhando os caminhos do SER” foi desenvolvido pelo Colégio Monsenhor Adelmar da Mota Valença de Garanhuns/PE.

O projeto foi pensado e executado durante 6 meses, com o intuito de ensinar para as crianças a importância de se conhecerem e cultivarem os valores para assim adquirirem o autoconhecimento e aprenderem a lidar com as escolhas que a vida propõe. O projeto mobilizou os alunos e comunidade escolar, podendo estimar 600 pessoas alcançadas. Segundo Layse Cardoso, professora do Colégio:

Estamos percebendo nossos alunos mais empoderados, questionadores, autoconfiantes, e consequentemente cientes para discernir o seu potencial e seu eu-no-mundo. Vejo a OPEE, hoje, como cano de escape para esta sociedade liquida da atualidade!”

Parabéns equipe do Colégio Monsenhor Adelmar da Mota por essa linda ação transformadora!